O QUE FAZEMOS? 

A Brasil Quality implanta e opera sistemas de abastecimento de água com o tratamento e potabilidade da água proveniente da perfuração de um poços artesianos, que muitas vezes a água requer correção após a perfuração dos poços artesianos. Os nossos tratamentos consiste em deixar a água potável para o consumo humano, que devem atender a portaria GM/MS 888/21. Inclusive o acompanhamento de cor, turbidez, cloro residual livre, ferro e manganês, entre outros parâmetros. 

Um dado importante,  que 100% da água que utilizamos no dia a dia, apenas 20% é consumida, o restante é descartada, isso mesmo, vai para o ralo.  

A Brasil Quality unifica a responsabilidades em sistemas alternativos de abastecimento de água privado por meio de poços artesianos, água para uso potável e o reuso para fins não potáveis. 
Como representante da Sisnate, implantamos Estações de Tratamento de Efluentes Domésticos, a finalidade pode ser para descarte e  resuo não potáveis. 

Vantagens: 

No descarte:  reduz a carga de poluentes no corpo aquático receptor. 

Na reutilização:  Podemos destinar 100% desse efluente gerado a uma Estação de Tratamento de Efluente SIsnate, A  captação pode ser feita em 2 módulos, Água Cinza (Esgoto proveniente de pias e chuveiros) – Água Negra (Esgoto proveniente de vasos sanitários),  ambas podem ser destinada ao reuso pós tratamento,  formando assim um ciclo de reutilização não potável e a parte destinada ao descarte com menor carga de poluentes conforme exigência do projeto enormas ambientais.  

Onde posso utilizar a água após tratamento para o reuso?

A água de reuso deve ser para vasos sanitários, irrigação ou rega de jardim, lavagem de automóveis, lavagens de garagem e ruas, sistemas de resfriamento de caldeiras e chillers de ar condicionado, fabricação de automóveis, processos da indústria textil, lavagem de estábulos, entre outros. 

Apesar de ser chamada água de reuso e uso não potável, a água passa por um processo de desinfecção, e com módulos adicionais as tecnologias de processo de filtração, a água de reuso pode chegar a potabilidade. Mas mesmo potável, não poderá ser consumida para fins potáveis, para o consumo humano, para beber ou fazer comida, tomar banho. Em países como Austrália e Israel essa água de reuso pode ser destinada ao consumo humano. 

O que vendemos? 

Filtros Centrais de Água;

Filtros Diversos de cartucho;

Tanques de fibra pfrv,; 

Válvulas com cabeçotes manuais e automáticas runxin;

Abrandadores;

Dosadoras; 

Elementos Filtrantes Granulados (carvão ativado, carvão antracito, zeólitas para remoção de fluor,  zeólitas para remoção de ferro particulado, zeólitas para remoção de manganês, zeólitas remoção de metais arsênio); 

Resinas para Abrandadores para remoção do ferro e manganês dissolvido; 

Módulos de Ultrafiltração, Osmose Reversa;

Estações de Tratamento Biológico de Esgoto para famílias de 5 à 20 pessoas, ideal para regiões que não tenham a coleta de esgoto e o tratamento do esgoto. .

Tipos de Efluentes e a Importância de seu Tratamento

ABASTECIMENTO DE ÁGUA E SISTEMA DE POTABILIZAÇÃO DA ÁGUA

A solução que apresentamos é a captação de água e abastecimento de água por meio de poços artesianos:  

Oferecemos todo o processo de licença de perfuração e a perfuração de seu poço artesiano;

Outorga do uso da água;

Análise de Água:

Projeto da Estação de Tratamento de Água; 

Implantação e Operação do Sistema de Tratamento de Água;

Controle de qualidade e consumo de água eficiente, gestão de uso eficiente da água;

Limpeza anual do poço artesiano. 

A construção do poço deve atender a norma ABNT NBR 12244, de 31/08/2006, sobre o título de Poço Tubular – Construção de poço tubular para captação de água subterrânea. 

Essa Norma fixa os requisitos exigíveis na construção de poço tubular para captação de água subterrânea, estabelecendo procedimentos técnicos para o acesso seguro aos mananciais subterrâneos, observando a extração de água de forma eficiente e sustentável. Oferecer o melhor serviço no segmento de Poços Artesianos e comprometimento com o cliente, segurança no trabalho e cuidado com o meio ambiente. Atendimento com personalizado com profissionais capacitados e equipamentos modernos de alta tecnologia. 

TODA ÁGUA DE CONSUMO HUMANO PARA INGESTÃO DEVE SER POTÁVEL.  

POR QUE NECESSITO FAZER ANÁLISE DE ÁGUA APÓS A PERFURAÇÃO DO POÇO ARTESIANO? 

Na captação de água subterrânea a água pode apresentar alguns contaminantes,. somente por meio de uma análise de água  identificamos os contaminantes presentes. 

APRESENTAMOS A SOLUÇÃO MEDIANTE A ANÁLISES DE ÁGUA:  

Os nossos equipamentos são dimensionados conforme a qualidade da água apresentada na análise, conforme a vazão de captação, capacidade de armazenamento da água, e a demanda de consumo desse água, ao consumo humano, consumo industrial consumo não potável.

Solicite a análise de seu poço artesiano

Laboratório prestador de Serviço pela Brasil Quality atende todos os requisitos necessários para os pedidos de outorga de seu poço artesiano, com a certificação ISO 17025. 

Atendendo a nova legislação a Brasil Quality atende os requisitos de controle de qualidade sanitário da água nos processos de tratamento de água. 

Estações de Tratamento de Efluentes e Reuso

Para tratamento de Efluentes, somos representantes da Sisnate, que possuem o Sistema Natural de Tratamento de Efluentes, empresa situada  em Santa Catariana, levando saúde para todo o Brasil. Estações móveis e fixas, para valorização de seu patrimônio, invista em descarte de esgoto tratado e no reuso.  

Acima mostramos os tipos de Efluentes e importância de implantação de uma Estação de Tratamento de Efluente para o meio ambiente, preservação de recursos hídricos. 

CONTROLE DE QUALIDADE DE ÁGUA DE REUSO

PRINCIPAIS ENTIDADES PROFISSIONAIS E TÉCNICAS - CIENTÍFICAS

ABAS é uma entidade técnica – científica sem fins lucrativos que tem como seus objetivos, dentro do escopo das águas subterrâneas: utilização racional e sustentada; divulgação; elevação do nível técnico dos associados; elevação da qualidade dos serviços prestados pelas empresas associadas; fomentar a utilização de aqüíferos de forma racional, através de: gestão integrada, observação das normas técnicas e licenças ambientais; desenvolvimento de técnicas e tecnologias. Congrega empresas fabricantes de equipamentos e materiais, perfuradores de poços, prestadores de serviços, universidades, institutos e órgãos de pesquisa e gestão de recursos hídricos, grandes consumidores de água e profissionais multidisciplinares; pesquisadores, professores, consultores, geólogos, engenheiros, sondadores, administradores e técnicos de nível médio, além de estudantes. 

A ABAS dispõe também de um Conselho e vários Comitês Técnicos, que podem apoiar a sociedade civil nessas atividades. Desde questões do dia a dia, para dirimir dúvidas, receber denúncias e sugestões, até colaborar com estudos de planejamento, termos de referências e formulações de editais que objetivem a contratação de Poços Tubulares Profundos e serviços correlatos.

Órgão responsável pela normatização técnica no país, aprovou e publicou dentro da CB-02 Comitê Brasileiro de Construção Civil, estando em vigor, as Normas Brasileiras que contemplam as Águas Subterrâneas e os Poços Tubulares Profundos.

O CONFEA – Conselho Federal de Engenharia, Arquitetura e Agronomia é regido pela Lei 5.194 de 1966 e se constitui em instância máxima referente ao regulamento do exercício desses profissionais. Representa também os geógrafos, geólogos, meteorologistas, tecnólogos dessas modalidades, técnicos industriais e agrícolas e suas especializações, num total de centenas de títulos profissionais. Em cada estado
está representado pelo CREA – Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia. Em São Paulo dentre as Câmaras setoriais, atua a CAGE – Câmara de Geologia e Minas, responsável além do controle profissional dos geólogos, engenheiros de minas e técnicos de mineração, pelas empresas na área de hidrogeologia, perfuração de poços e mineração.

ORGÃOS FEDERAIS

ORGAÕS ESTADUAIS